Vistoria do nosso apartamento

Bom dia com muita alegria e algumas decepções… Ontem fomos à vistoria do nosso apartamento, e vim compartilhar por aqui como foi, o que vimos, o que levamos, etc…

Pra começar, pesquisamos sobre vistoria na internet, e relacionamos alguns tópicos que achamos importante. Antes de mais nada, nós levamos: memorial descritivo, 1 trena, 1 balde  e câmera fotográfica.

Chegamos no horário marcado, e um pouco mais que 10 minutos chega o engenheiro, Deivid, para nos acompanhar à obra. As áreas comuns ainda tem bastante coisa pra fazer, porém a área de lazer já está bem adiantada, já tem as piscinas, o campo está a todo vapor, e as áreas das churrasqueiras também já está começando a ter forma!

Entrando no nosso apartamento, começamos a olhar tudo que podíamos na busca de alguma imperfeição e no final o que constatamos:

Logo que chegamos, fomos ao quarto de casal, eu olhando as janelas se estavam fechando normalmente, enquanto meu noivo testava a porta, para ver se fechava e quando ele virou a chave, pronto! Ficamos trancados!!!! Deu um desespero que vocês nem imaginam! Demorou pelo menos uns 10 minutos para que conseguissem abrir… Isso acabou acontecendo pois dentro da maçaneta tem uma espuma de proteção que eles não tiraram e nem nos avisaram ¬¬ bom, passado o susto, continuamos nossa vistoria minuciosa!

Por fim o que precisou ser trocado: Os vidros dos 2 quartos e da varanda estavam riscados e pedimos para trocar. Um revestimento da cozinha estava descolado, (sabe quando você bate e dá um som oco?) a saída de ar da lavanderia estava toda tampada de massa.. a divisão da parede com a mureta estava visível e a parede ao lado da cozinha que é feita de gesso acartonado, estava com uma bolha… Bom, estas coisinhas vão serem refeitas para que esta semana meu noivo volte lá para verificar se está tudo OK para liberarmos..

Agora é só esperar todo mundo fazer sua vistoria, e a liberação do habite-se para a entrega da chave! Nossa, estou mega ansiosa!!

Conforme prometido, algumas fotos dele!

Segue aqui os tópicos que mencionei lá em cima!

GERAL

1. Avalie se a pintura está bem-feita, ou seja, se não existem manchas ou partes descascadas. 2. Veja se as especificações e marcas dos acabamentos colocados são iguais às prometidas. 3. Fotografe cada detalhe duvidoso para usar como prova do estado do imóvel. 4. Com uma trena, meça todo o apartamento. Como o preço é calculado de acordo com as medidas apontadas no memorial descritivo, qualquer diferença na metragem caracteriza vício e pode resultar em indenização, de acordo com o Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec).

ELÉTRICA

5. Veja se interruptores, tomadas, pontos de luz, de telefone e de antena de TV estão nos locais corretos. 6. Todos os circuitos estão indicados no quadro de luz? 7. Com um carregador de celular, confira o funcionamento das tomadas. 8. Note se elas estão devidamente identificadas. Use um soquete e uma lâmpada de 220v: se a intensidade da luz for fraca, é sinal de que a tomada é 110 v. Se estiver normal, é 220 v. Também vale usar um abajur. 9. Teste pontos de luz e interruptores com uma lâmpada. 10. Os interruptores paralelos trabalham em parceria? 11. Verifique a campainha. 12. Se o apartamento ainda não tiver energia quando for vistoriá-lo, mencione isso no termo. E proponha uma nova visita para conferir os itens anteriores.

HIDRÁULICA

13. As torneiras e os ralos especificados no projeto foram entregues? 14. Abra todas as torneiras para ver se estão funcionando e se a água escoa corretamente – um ponto do qual quase não sai água pode indicar problemas na tubulação. 15. Se tiver aquecimento nas pias (do banheiro e/ou da cozinha), cheque se a água aquece bem. 16. Quando as torneiras estiverem abertas, olhe sob a pia ou a bancada: existe algum gotejamento no sifão ou nos flexíveis dos metais? 17. Aperte a válvula de descarga dos vasos sanitários, reparando na pressão e na quantidade de água e também em possíveis vazamentos. 18. Acione todas as torneiras e descargas ao mesmo tempo para verificar a pressão da água. Se estiver baixa, questione o técnico que acompanha a vistoria. 19. Nos ambientes com ralo, confira o caimento do piso: use um balde para despejar água no chão e observe se ela corre para o ralo. Ao testar espaços maiores, como uma varanda, pode-se lançar mão de uma mangueira. Segundo Ricardo Gomes, arquiteto da Direcional Engenharia, somente terraços e áreas planejadas para ter chuveiro são obrigados a contar com ralos. Mas se foi prometido que outros cômodos os teriam, cobre da construtora! 20. Veja se os registros estão funcionando. 21. Os metais não podem ter riscos ou manchas.

PAREDES E REVESTIMENTOS

22. Apóie um esquadro nas quinas das paredes (aquelas que formam 90 graus) para avaliar se as superfícies estão retas: os lados devem encaixar direitinho. 23. A massa corrida está bem nivelada? Observe as paredes contra a luz, com base nos cantos: se a textura e a cor da pintura forem homogêneas, está tudo certo. 24. Caso as paredes internas sejam de drywall (gesso acartonado), veja se as placas estão alinhadas e examine os cantos em busca de eventuais trincas. 25. Em áreas úmidas com divisórias de drywall, é impossível saber se foram usadas as placas adequadas – as verdes –, pois o acabamento já as terá ocultado. Só o tempo para eliminar a dúvida. 26. Preste atenção nas paredes com revestimento cerâmico: alguma peça tem manchas ou trincas? 27. Bata de leve nas placas para descobrir se foram bem assentadas: caso o som seja oco, elas correm o risco de se desprender. Solicite que o assentamento seja refeito. 28. Não deixe de conferir o rejuntamento, observando se foi bem preenchido e se está limpo e livre de manchas.

ESQUADRIAS, JANELAS E PORTAS

29. Observe se as persianas e venezianas abrem e fecham bem. 30. Em geral, esses componentes são de alumínio, por isso não enferrujam – mas podem riscar, por isso, atenção! Caso sejam pintados, verifique se a cobertura da tinta está perfeita. 31. Cheque se janelas e portas se movimentam de forma adequada e sem ruídos – e se podem ser fechadas delicadamente. 32. Caso as portas sejam de madeira, avalie se o verniz ou a tinta foram bem aplicados. 33. Com o auxílio de um espelho, verifique se o topo e a base das portas estão pintados. 34. Olhe o acabamento no encontro da guarnição com a superfície pintada. 35. Não se esqueça de testar as fechaduras pelos lados de dentro e de fora de cada cômodo. 36. Previna-se de infiltrações checando se as janelas estão bem vedadas – elas não podem deixar passar o vento. Na junção com a parede, existe uma vedação (geralmente de poliuretano), que, se apresentar emendas, será um convite à entrada da chuva. 7. Veja se os vidros não têm rachaduras. A massa de vidraceiro está bem colocada e seca? Isso impede a infiltração da água da chuva. 38. Maçanetas: caso elas integrem o memorial descritivo, note se foram instaladas corretamente e se não sofreram arranhões ou manchas provocados por produtos de limpeza inadequados. 39. Bata de leve em portas, armários, batentes e outros elementos de madeira. Se cair pó, pode ser sinal de cupins ou brocas. Questione o técnico e registre o problema no termo de vistoria.

PISO E CONTRAPISO

40. Cheque o contrapiso: um desnível de 3 cm já prejudica a colocação do piso. Use uma régua de nível de 1 ou 2 m de comprimento ou uma versão menor apoiada em um cabo de vassoura – assim você consegue medir uma área maior. Uma bolinha de gude também ajuda a perceber diferenças. 41. Confira soleiras e baguetes, aqueles acabamentos na transição de um piso para outro. Elas precisam estar niveladas para não haver degraus quando o piso for assentado. 42. Há piso de madeira? Repare na calafetação (massa de rejuntamento). Caso ela se solte conforme você pisa, precisará ser refeita.

OUTROS

43. Olhe para cima: se o forro for de gesso e apresentar manchas ou umidade, é sinal claro de vazamento.

44. Cheque se a distribuição das vagas de garagem é igual à prometida e se nada atrapalha seu veículo.

Por hoje é só! Espero voltar logo com novidades =]

Anúncios

Mais Campos Salles

Condomínio Mais Campo Salles

Olá gente!

Hoje vim mostrar um pouquinho do meu apartamento, que será a pauta do blog! hehe… Esta foto acima é do condomínio, o meu apê está do outro lado no ultimo andar…  Pra conhecer um pouco do empreendimento, estas plantas abaixo são as plantas do empreendimento inteiro, e a planta do meu apartamento.

planta do empreendimento planta do apartamento

É pequeninho né gente!! Mas depois que planeja e decora fica bonitinho! hehe

Mais sobre o empreendimento CLIQUE AQUI

Ideias para piso no quarto – Laminado

Boa tarde, Pessoal!

Hoje quero compartilhar minha tão sonhada ideia aos quartos: o laminado! Eu acho lindo, prático e o melhor, sem dor de cabeça!

Sem dor de cabeça com pedreiro, quero dizer! rs… Afinal, quem já não teve problemas com pedreiro que atire o primeiro tijolo, e eu como não sou exceção, já tive também! Claro que não tem como abolir isso, até porque quero por piso porcelanato no resto da casa, e como não sei fazer isso sozinha, será um pedreiro que colocará!

Bom, eu pesquisei os laminados Durafloor da marca Duratex, que achei o custo benefício muito atrativo! Os quartos do meu apartamento não são grandes, o de solteiro é 2,40m/3,00m e o de casal 3,10m/2,60 e no meu último orçamento ficava em torno de R$1.400,00 já com a taxa de instalação. Lógico que não é algo absurdamente barato, mas só com a economia da mão de obra, acho que vale o preço!

Para conhecer um pouco desta linha:

Durafloor é um sistema completo. São seis linhas de produto: Home, Nature, Studio, Premium, Vintage e Design, além da linha completa de acessórios de acabamento e instalação. Cada uma atende às necessidades específicas de diferentes ambientes, residenciais e comerciais, com padrões desenvolvidos especialmente para atender às necessidades do consumidor brasileiro. Fabricado com tecnologia avançada, Durafloor apresenta diversas camadas, cada uma com uma função específica para seu piso combinar beleza, durabilidade e praticidade. Veja a seguir: Overlay: filme de resina que garante proteção antibacteriana, resistência a riscos e facilidade de limpeza. Laminado decorativo: camada que reproduz a beleza da madeira ou da pátina. Substrato HDF-H: painel de alta densidade que permite o encaixe perfeito das réguas do piso. Balanço: laminado de resina que assegura a estabilidade do piso e o protege da umidade do contrapiso. Durafloor é produzido com Microban®, um revestimento usado mundialmente para reduzir o número de bactérias que se acumulam em uma série de produtos, entre eles pisos. Durafloor é o único piso laminado do Brasil que possui essa proteção, trazendo mais tranqüilidade, higiene e praticidade para você. (fonte: http://www.madflex.com.br/piso-laminado-durafloor.php)

Algumas corem para inspirar!

Durafloor Pátina Pérola

Durafloor-Way-Patina-Perola

 images

Durafloor Tauari Ravena

pisos-durafloor-tauari-ravena

laminado durafloor tauari ravena

Durafloor Amêndola Curaçao

images (3)

images (2)

(fotos: google imagens)

Existe infinitos modelos, caso queira conhecer um pouco mais, é só entrar no site da Durafloor!

Nossa primeira visita – Apartamento modelo

Bom dia pessoal! Hoje vim contar um pouco de como foi nossa primeira visita a um apartamento modelo. Esta visita é feita em um apartamento similar ao meu, na mesma torre, do mesmo lado que ele ficará porém ainda não é o meu. Esta visita aconteceu mês passado, dia 13 de julho, o que fez com que a gente renovasse a esperanças, pois desde a carta que nos enviaram em março avisando sobre o atraso, esta foi a primeira – e ótima – notícia que tivemos desde então. Mesmo não sendo o nosso, deu uma emoção de estar lá dentro, ver tudo como está ficando, que o nosso sonho está concretizando a cada dia! Vou postar poucas fotos, porque amanhã será o grande dia, o dia da vistoria do MEU micro apartamento! E posto fotos dele por aqui 😉

Apartamento Mais Campos Salles

Bem Vindos!

Condomínio Mais Campos Salles

Olá, me chamo Camila, e criei este blog para dividir um pouco sobre como vai ser e o que pesquiso sobre micros apartamentos como o meu. Já possuo um blog A NOIVA DA VEZ onde falo sobre casamentos, e lógico, sobre o meu também que acontecerá daqui 3 meses (02/11/2013) e comecei a sentir a necessidade de falar sobre o nosso cantinho que está logo por vir!

Bom, pra começar vou contar nossa história!

Conheci meu noivo há 3 anos e meio, em uma festa de reveillon de um amigo nosso. Mas como nada é perfeito, na época estávamos saindo com outras pessoas. Como o círculo de amigos era pequeno e sempre saíamos juntos, acabamos ficando amigos meses depois. Ele virou uma espécie de conselheiro, companheiro, ouvia meus problemas e angústias e eu sua falta de ter alguém especial ao lado e suas nerdisses. Pouco tempo depois acabei terminando o namoro, o que ficou mais fácil ele se aproximar, e foi quando eu pude perceber como estava me apaixonando por ele. Parecia novela mexicana, eu preocupada por ele ser mais novo, e que parecia errado, e ele numa calma e perseverança que me venceu com seus sonhos de ser “o príncipe encantado” e querer sua princesa ainda não encontrada. Acabei não resistindo e estamos juntos há 2 ano e meio! Apesar do pouco tempo, já sabemos o que queremos, e sabemos que é certo. Por conta disso compramos um apartamento onde sua entrega estava prevista para março deste ano (está atrasado!) mas ainda não nos entregaram e vamos nos casar em novembro deste ano.

Compramos nosso apto em maio de 2011 que acreditem ou não, tínhamos apenas 4 meses de namoro! A gente sente quando é a pessoa certa, né 😉

Espero que gostem e que me ajudem com dicas em minhas pesquisas!

Camila 😛